sexta-feira, 20 de julho de 2018

Crónicas de Quatro Patas





Depois de dois meses e quatro pares de Havaianas a menos posso afirmar com toda a certeza de que estamos apaixonados, e como qualquer bom casal, somos de fases. Temos a fase em que não nos largamos e a fase em que eu já não o posso ver à frente.
(...)


Rubrica completa em A Dona de Casa Perfeita.


quinta-feira, 19 de julho de 2018






Uma comovente história verídica sobre um casal que salvou cerca de 300 judeus durante a invasão da Alemanha sobre a Polónia.
Um filme imperdível, na minha opinião, baseado no livro de Diane Ackerman onde podemos encontrar os diários nunca publicados de Antonina Zabinska.
Se acho que o filme é tão forte quanto A Vida É Bela, A Lista de Schindler, O Pianista ou O Rapaz do Pijama Às Riscas?! Não. Mas ainda assim é uma história que vale muito a pena conhecer. Acredito que o livro seja muito melhor e por isso, claro, vai para a lista dos livros que tenho mesmo que ler.



terça-feira, 17 de julho de 2018


SILÊNCIO

Ah! O silêncio!
como detesto o silêncio
fonte e ponte de murmúrios,
quereres e poderes.

Mas também
como te amo silêncio
numa queda ondular de água solvida;
o silêncio, silenciado dum preso livre,
o silêncio, místico esquecido,
o silêncio, amado e rejeitado,
                 sentido e sofrido,
                 esquecido.

Ah! O silêncio!
Pertenço-te como a um deus
submeto-me como um escravo,
liberto-me, em ti, como cristalina e pura água.

Ah! O silêncio!
Como comunicas, sem palavras
E respondes sem perguntas
Odiando sem detestar
Vazio e cheio
Num tempo e num espaço
Medrosamente sentidos
Como se a vida
                  inerte,
                  parasse
                  apenas e só por um instante.

Ah! O silêncio!
Onde nasce ódio e se gera amor.
Como te pertenço me pertences
Existes por mim - no entanto, faço parte de ti.

Sou silêncio
de futuro.

Sou silêncio
dum presente.

Sou silêncio
do passado.

Ah! O silêncio!
       Como sou silêncio.


                               
                                                                                   
                                                     Novos são os poemas - Castro Rocha