terça-feira, 19 de junho de 2018







Querem um filme que vos deixe a sorrir de orelha a orelha e a dançar no final?! Este é o filme a ver.
Simon é uma pessoa como outra qualquer, gosta da vida que tem, ama a sua família e amigos e tudo o que quer é o que todos nós queremos, poder ser exatamente quem é, sem medos ou segredos.
É um filme muito especial. Não deixem de ver, mesmo!





sexta-feira, 15 de junho de 2018

Crónicas de Quatro Patas




A rubrica de hoje é em modo desabafo, uma crónica de quem tem neste momento a seu cargo, um bebé canino de 3 meses. Da ideia à conceção é um passo e da conceção às consequências, bem, é mesmo instantâneo.


Rubrica completa em A Dona de Casa Perfeita.



quinta-feira, 14 de junho de 2018







Olhei-te, nos olhos, várias vezes e em todas elas percebi porque me tinha apaixonado, logo por ti. Acho que voltaria a fazê-lo, sem escolha, se nos voltássemos a ver agora, ia percebê-lo ao primeiro microssegundo de encontro dos meus olhos com os teus. Naquela altura, eu estava decidida a abrir a porta até ao fim e deixar-te ir, para tornar a fechá-la novamente e desta vez, sem espaço para reentradas. No entanto, dentro de mim, desejava que jogasses a tática inversa e me dissesses que não querias lugar nenhum do mundo, senão aquele que se reservava ao meu lado. Que a vida sem mim, seria uma espécie de jogo do tetris mal-acabado. Que me tivesses beijado os olhos, já cheios de lágrimas, enquanto me embrulhavas num abraço terno e cheio de conforto. Que tu próprio, fecharias a porta à chave, connosco lá dentro e sem mais nenhuma brecha para o ar passar. Teria sido bonito, mas tu seguiste sem desvio o teu guião, tal e qual como eu tinha previsto e dirigiste-te à porta. Abraçamo-nos por fim e, quando o meu corpo sentiu o teu e a minha pele reconheceu o teu cheiro, soube então que o fazia pela última vez e naquele momento, não consegui senão amar-te ainda mais um bocadinho.


                                                                                                              Margarida Pestana